Nas terras do bem virá | Documentário

O documentário procura investigar os conflitos agrários no Pará, suas origens e desdobramentos: trabalho escravo, concentração fundiária, desmatamentos, confrontos armados, emboscadas, etc.


O Pará é um dos campeões brasileiros em trabalho escravo: só em 2006, fiscalizações do governo federal libertaram no estado 1.180 trabalhadores da escravidão. O estado também está em primeiro lugar nos rankings de desmatamento ilegal e de conflitos de terra – segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e a Comissão Pastoral da Terra (CPT), respectivamente.

É justamente esta realidade que o documentário aborda e, partir de depoimentos e histórias de vida de pessoas que vivem essa realidade, procura-se investigar as muitas personagens que participam destes conflitos.

Vale ressaltar o viés histórico do documentário, já que conta com importantes imagens de arquivo, como é o caso do Massacre de Eldorado dos Carajás, de 1996, revisitado, em imagens e depoimentos. Outro episódio de violência para o qual o documentário chama a atenção é o caso da freira Dorothy Stang, assassinada em 2004 a mando de fazendeiros locais, destacando que episódios similares a este ainda ocorrem com frequência.

Direção: Alexandre Rampazzo | Produção: Tatiana Polastri | Ano: 2007 | Duração: 110 minutos

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Fernando-Pessoa---Para-o-diabo---Pop-2
Camiseta Fernando Pessoa “Para o diabo”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

O Retorno da Terra Tupinambá

No filme, a história de expropriação e resistência dos Tupinambá é narrada segundo a perspectiva dos indígenas, para quem a terra pertence aos encantados, as entidades mais importantes de sua cosmologia…


Há dez anos, os Tupinambá esperam a conclusão do processo de demarcação de sua terra. Nesse quadro, vêm realizando ações coletivas conhecidas como retomadas de terras, recuperando numerosas áreas no interior de seu território que estavam em posse de não-indígenas. Por essa razão, têm sido alvos de criminalização e ataques violentos, tanto por parte do Estado brasileiro, como por indivíduos e grupos contrários à garantia de seus direitos. Para contar essa história, foram reunidos depoimentos e sequências gravadas em maio de 2014 na aldeia Serra do Padeiro, na Terra Indígena Tupinambá de Olivença, sul da Bahia (Brasil), assim como imagens de arquivo. No filme, a história de expropriação e resistência dos Tupinambá é narrada segundo a perspectiva dos indígenas, para quem a terra pertence aos encantados, as entidades mais importantes de sua cosmologia.

Direção: Direção: Daniela Alarcon | Ano: 2015 | Duração: 24 min.

 

Fonte: http://retornodaterra.reporterbrasil.org.br/

No site citado a cima você poderá encontrar mais informações sobre o filme, sendo possível, inclusive, baixá-lo.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Guimarães-Rosa---A-vida-é-assim-Pop2
Camiseta Guimarães Rosa “A vida é assim”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

Milton Santos – O mundo visto do lado de cá | Documentário

O documentário procura discutir os problemas da globalização a partir do ponto de vista das periferias, tendo como fio condutor a entrevista com o geógrafo baiano Milton Santos, gravada quatro meses antes de sua morte.

O documentário Encontro com Milton Santos ou O Mundo Global Visto do Lado de Cá” procura analisar as contradições e os paradoxos deste modelo econômico e cultural chamado globalização. A linha geral do documentário é a entrevista com geógrafo baiano Milton Santos que se debruça sobre questões como: globalização, sociedade de consumo, território, as desigualdades da globalização e crises que esta promove, as barreiras físicas e simbólicas impostas pelo capitalismo como efeito da globalização e o papel da grande mídia como intermediária desta relação.

Ao longo do documentário são apresentados diversos episódios em que a os efeitos da globalização são evidenciados com maior clareza como, por exemplo, a tentativa de privatização da água potável em Cochabamba, Bolívia, em 2000, que gerou uma forte onda de protestos. Trata-se de um ótimo documentário para se refletir não só sobre questões relativas à globalização mas, também, para refletir sobre conceitos como capitalismo, território, sociedade de consumo, etc.

Direção: Sílvio Tendler | Ano: 2006 | Duração:90 minutos

Milton-Santos-Livros-em-PDF-pra-DownloadPara aqueles que gostaram deste post, indicamos também o post Milton Santos | 13 livros para download para ver é só clicar aqui!

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
Quintana-Passarinho.Slide
Camiseta Mário Quintana “Eu passarinho!”, para ver é só clicar aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

 

Cabra marcado para morrer | Eduardo Coutinho

O filme é uma narrativa sobre a vida de João Pedro Teixeira, um líder camponês da Paraíba, assassinado em 1962, por ordem de latifundiários da região em que morava.


A ideia inicial do filme era fazer uma reconstituição da vida de João, interpretada pelos moradores da região, no entanto, em razão do golpe militar, as filmagens foram interrompidas em 1964. O engenho da Galileia – local das gravações – foi cercado por forças policiais e parte da equipe de produção foi presa sob a alegação de “comunismo”, o restante dispersou-se.

O trabalho foi retomado 17 anos depois, recolhendo-se depoimentos das pessoas que participaram das primeiras filmagens e também da viúva de João Pedro, Elizabeth Altino Teixeira, que desde dezembro de 1964 vivera na clandestinidade, separada dos filhos. Reconstruiu-se assim a história de João Pedro, das Ligas Camponesas de Galileia e de Sapé e também  a trajetória de cada uma das personagens que, por meio de lembranças e imagens do passado, evocam o drama de uma família de camponeses durante os longos anos do regime militar.

Direção: Eduardo Coutinho | Ano: 2012 | Duração: 2h

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Sartre---Livre-Pop.2
Camiseta Sartre “Livre”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

 

A Revolução dos Cocos | Documentário

Produzido pela National Geographic, o documentário relata a luta do povo de Bougainville contra a mineradora inglesa multinacional Rio Tinto Zinc. O movimento composto por um grupo de mineiros, cria o Exército Revolucionário de Boungainville (Bougainville Revolutionary Army ou BRA, como ficou conhecido) e inicia uma rebelião separatista contra o governo da Papua Nova Guiné, durante os anos de 1988 à 1997.

 


Até o início dos anos 80, Bougainville era uma ilha pertencente à Papua Nova Guiné, habitada por povos nativos que viviam basicamente de seu ecossistema. Contudo, a mineradora Rio Tinto Zinc recebe do governo a concessão para a exploração dos solos da ilha e destrói boa parte do ecossistema local, poluindo águas, contaminando solos e expulsando famílias de suas aldeias. O líder da comunidade decide, então, explodir parte da infraestrutura da mineradora afim de impedir seu funcionamento, o que ocasiona uma forte retaliação por parte do exército de Papua Nova Guiné provocando a morte de milhares de nativos, incluindo um grande número de crianças.

Tal situação faz com que a comunidade se una e declare independência em relação ao governo. Por sua vez, o governo impõe um forte embargo sobre a ilha – nada sai ou entra – e, este, certamente é um dos pontos mais interessantes do documentário, a forma como estas pessoas se adaptam e realizam uma verdadeira revolução social e ecológica, superando o bloqueio econômico do governo, através da recuperação e invenção de práticas autônomas, muitas delas tendo como matéria-prima principal somente o coco.

Fernando-Pessoa---Para-o-diabo---Pop-2
Camiseta Fernando Pessoa “Para o diabo”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

Entre Rios / A história de São Paulo e de seus rios | Documentário

Como São Paulo cuida de seus rios?


Entre Rios aborda a história de São Paulo a partir da perspectiva de seus rios, demonstrando como a história da cidade está intimamente vinculada à gestão de suas àguas, como diversos projetos de desenvolvimento para a cidade foram pensados e aplicados sem levar em conta a dinâmica das águas e, como as consequências desta postura afetam o cotidiano da cidade.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
Prato-do-dia-Slide
Camiseta “Prato do dia”, para ver é só clicar aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

Migrantes / Documentário

Migrantes é um documentário que retrata as condições de trabalho e o cotidiano dos trabalhadores do Nordeste nos canaviais das modernas usinas paulistas, destacando os motivos que os levam a migrarem de suas terras para submeterem-se a um trabalho árduo, penoso e arriscado no corte da cana.


Nos canaviais os trabalhadores migrantes ficam sujeitos a rígida disciplina e submetidos a um ritmo de trabalho que os colocam no limite de suas capacidades físicas: são obrigados a cortarem, no mínimo, 10 toneladas de cana/dia para permanecerem empregados. A produtividade aumentou, as dificuldades no trabalho também, porém, os ganhos continuam insuficientes. Ainda assim, estes trabalhadores migram por necessidade. A realidade destes trabalhadores do agronegócio da cana é desafiadora para a sociedade e autoridades brasileiras. Como reverter esta situação? Este é o maior desafio que o  documentário coloca em cena.

O documentário é fruto de uma parceria entre as universidades de São Carlos (SP) e as Universidades federais de Piauí, Maranhão e Rio de Janeiro.

Direção: Beto Novaes, Francisco Alves e Cleisson Vidal | Ano: 2007 | Duração: 45 min.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Caneca Heráclito
Caneca Heráclito “Devir”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

Documentário Chico Mendes / Cartas da floresta

“Minha vida começou igual a de todos os outros seringueiros: escravo submetido às ordens do patrão. Comecei com nove anos de idade. Em vez de receber as lições do ABC, aprendi a sangrar a seringueira.”


Vinte anos após a morte de Chico Mendes, a TV Câmara foi ao Acre para mostrar a atual situação das reservas extrativistas e da Floresta Amazônica – síntese da luta do ambientalista e líder seringueiro. Trata-se de uma boa oportunidade para conhecer a vida e a luta de Chico Mendes, o contexto histórico dos conflitos que enfrentou, a tragédia anunciada de seu assassinato e os desmandos e coronelismos ainda tão atuais  em todo o Brasil quando o assunto é terra.

O documentário foi premiado com o troféu Ancantarea Imperialis como o Melhor Média-metragem,  no 4º Festival Internacional de Cinema Socioambiental, no Cine Ambiental 2010 e recebeu Menção Honrosa no Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

Direção: Dulce Queiroz | Ano: 2009 |Duração: 44 min.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Manoel-de-Barros-Arvore-x-Parede-Pop2
Camiseta Manoel de Barros “Árvore x Parede”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !