Michel Foucault, uma entrevista: sexo, poder e a política da identidade.

Michel Foucault, uma entrevista: sexo, poder e a política da identidade.

Michel Foucault.*

 — Você sugere em seus livros que a liberação sexual não é tanto o colocar em jogo as verdades secretas sobre si mesmo ou sobre seu desejo quanto um elemento do processo de definição e construção do desejo. Quais são as implicações práticas desta distinção?

Foucault —    O que eu gostaria de dizer é que, em minha opinião, o movimento homossexual tem mais necessidade hoje de uma arte de viver do que de uma ciência ou um conhecimento científico (ou pseudocientífico) do que é a sexualidade. A sexualidade faz parte de nossa conduta. Ela faz parte da liberdade em nosso usufruto deste mundo. A liberdade é algo que nós mesmos criamos — ela é nossa própria criação, ou melhor, ela não é a des coberta de um aspecto secreto de nosso desejo. Nós de- vemos compreender que, com nossos desejos, por meio deles, instauram-se novas formas de relações, novas for- mas de amor e novas formas de criação. O sexo não é uma fatalidade; ele é uma possibilidade de ascender a uma vida criativa.

 —    No fundo, é a conclusão à qual você chega quando diz que devemos experimentar tornar-nos gays e não nos contentar em reafirmar nossa identidade de homossexual.

Foucault —    Sim, é isto. Nós não devemos descobrir que somos homossexuais.

—    Nem descobrir o que isto queira dizer?

Foucault —    Exatamente, nós devemos, antes, criar um modo de vida gay. Um tornar-se gay.

—    E é algo sem limites?

Foucault —    Sim, claramente. Quando examinamos as diferentes maneiras pelas quais as pessoas têm vivenciado sua liberdade sexual… (CONTINUA…)

Para ler o texto completo online ou fazer o download – CLIQUE AQUI!

FoucaultPara aqueles que gostaram deste post, indicamos também o post “Dois documentários sobre “Foucault: Foucault por ele mesmo e contra si mesmo…”, para ver é só clicar aqui!


Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
Nietzsche,-Marx-e-Freud-Facebook
Camiseta “Nietzsche, Marx e Freud”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

O que é feminismo? Coleção Primeiros passos / Livro em PDF para download.

O livro “O que é feminismo?” faz parte da Coleção Primeiros Passos (1981) e busca traçar um panorama histórico sobre o movimento feminista e a condição da mulher na sociedade ao longo da História, passando pela sociedade antiga, medieval e moderna. Ainda que se trate de um texto curto, as autoras (Branca Moreira Alves e Jacqueline Pitanguy) realizam diversos recortes históricos importantes para o aprofundamento das questões que o tema provoca, além de, ao final do livro, disponibilizarem uma lista de indicações de leitura para aqueles que desejem se aprofundar no tema. Segue abaixo, um pequeno trecho extraído da introdução do livro e, mais abaixo, em azul, o link para realizar o download do livro:

“É difícil estabelecer uma definição precisa do que seja feminismo, pois este termo traduz todo um processo que tem raízes no passado, que se constrói no cotidiano, e que não tem um ponto predeterminado de chegada. Como todo processo de transformação, contém contradições, avanços, recuos, medos e alegrias. (…)

O feminismo busca repensar e recriar a identidade de sexo sob uma ótica em que o indivíduo não tenha que adaptar-se a modelos hierarquizados, e onde as qualidades “femininas” e “masculinas” sejam atributos do ser humano em sua globalidade. Que a afetividade, a emoção, a ternura possam aflorar sem constrangimentos nos homens e serem vivenciadas, nas mulheres, como atributos não desvalorizados. Que as diferenças entre os sexos não se traduzam em relações de poder…”

Para fazer o download do livro “O que é feminismo?” – CLIQUE AQUI!

 

Para quem quiser ler mais sobre o tema recomendamos:

O livro “Mulher, raça e classe” de Angela Davis, que você pode ver AQUI!

O documentário e o livro “O segundo sexo” de Simone de Beauvoir, que você pode ver AQUI!

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Simone-de-Bezuvoir---tornar-se---pop2
Camiseta Simone de Beauvoir “Torna-se”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

Simone de Beauvoir e Judith Butler | Bibliografia em PDF

Simone de Beauvoir e Judith Butler | 15 livros para download: O segundo sexo, Problemas de gênero, Memórias de uma moça bem comportada, entre outros títulos…

Atendendo a pedidos realizamos mais uma compilação, proposta é reunir a obra destas 2 autoras num lugar só, facilitando o acesso aos nossos leitores. Segue abaixo a lista de obras disponibilizadas de cada autora e, mais abaixo, o link (em vermelho) para download dos livros em PDF:

Simone de Beuvoir, 7 obras:
A força das coisas | A mulher desiludida | Mal-entendido em Moscou | Memórias de uma moça bem comportada | O segundo sexo volumes 1 e 2 | Por uma moral da ambiguidade
Para fazer o download dos livros de Simone de Beauvoir – CLIQUE AQUI!

Judith Butler, 8 obras
Problemas de gênero | El genero en disputa (em espanhol) | Vida precária, vida passível de luto (em espanhol) | Lenguaje, poder e identidad (em espanhol) | Marcos de Guerra (em espanhol) | Mecanismos psiquicos de el poder (em espanhol) | Sujeito del deseo, reflexiones hegelianas en la Francia del siglo XX  (em espanhol)
Para fazer o download dos livros de Judith Butler- CLIQUE AQUI!

Simone-de-Beauvoir-Documentario-e-livro-Farofa-Filosofica

Para aqueles que gostaram deste post, recomendamos também o documentário de Simone de Beauvoir, para ver clique aqui!

 

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
simone-slide
Camiseta Simone de Beauvoir “Tornar-se”, para ver é só clicar aqui!


GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

 

 

“Mulheres, raça e classe” de Angela Davis | Livro para download em PDF

Livro “Mulheres, raça e classe” – Angela Davis | Interseccionalidade de gênero, raça e classe.

O livro “Mulheres, raça e classe” foi escrito por Angela Davis em 1981 e é considerado um clássico sobre a interseccionalidade de gênero, raça e classe. Nele, Angela procura  traçar um panorama histórico e crítico sobre as relações entre os senhores e os negros e negras escravizados nos Estados Unidos do século XIX, bem como, das relações de trabalho vigentes no período pré-guerra civil.  Destaca-se a forma como, durante sua narrativa, Angela busca deslocar olhares viciados sobre o tema, atribuindo centralidade ao papel das mulheres negras na luta contra as explorações que se perpetuam no presente, reelaborando-se.

O texto em PDF é uma tradução livre feita pela Plataforma Gueto em 2013 da 1ª publicação do livro na Grã Bretanha pela The Women’s Press, Ltda, de 1982.

Para fazer o download do livro – CLIQUE AQUI!

As-filosofasPara aqueles que gostaram deste post indicamos também o post “As filósofas: a presença das mulheres na Filosofia”, para ver é só CLIQUE AQUI!

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
Guimaraes-Coragem-Slide
Camiseta Guimarães Rosa”Coragem”, para ver é só clicar aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

Judith Butler | Livro “Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade” em PDF

Judith Butler é uma filósofa pós estruturalista e uma das principais teóricas da questão contemporânea do feminismo, da  teoria Queer e dos estudos de gênero.

No livro “Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade” Butler procura problematizar a ordem vigente em nossa sociedade que exige a coerência total entre um sexo, um gênero e um desejo obrigatoriamente heterossexuais. Ou seja, a ideia de que a matriz heterossexual estaria assegurada por dois sexos fixos e coerentes, os quais se opõem como todas as oposições binárias do pensamento ocidental: macho x fêmea, homem x mulher, masculino x feminino, pênis x vagina etc. Para Butler o gênero é performativo, ou seja, é muito mais amplo e diverso do que a noção binária  Homem x Mulher.

Problemas de gênero em PDF: CLIQUE AQUI!

Simone-de-Baeuvoir-8-livros.GRATUITOPara aqueles que gostaram deste post, indicamos também o post Simone de Beauvoir: Documentário + Livro “O segundo sexo”, para ver é só clicar aqui!

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
Guimaraes-Coragem-Slide
Camiseta Guimarães Rosa “A vida é assim”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

Simone de Beauvoir | 8 livros em PDF para download

Simone de Beauvoir: 8 livros para download incluindo livros sobre filosofia como “O segundo sexo” e obras literárias como o livro “Memórias de uma moça bem comportada”.


Simone de Beauvoir (1908-1986) fez uma profunda análise de seu tempo e de sua própria vida, como em Memórias de uma moça bem comportada (1958) e A velhice (1970). Simone também fez parte de um grupo de filósofos e escritores associados ao existencialismo, movimento que teria uma enorme influência na cultura europeia do século XX, com repercussões no mundo inteiro.

No ensaio Por uma moral da ambiguidade (1947), Simone rejeita as teorias éticas que buscam a consolação do homem, sejam laicas ou religiosas, depois da Segunda Guerra Mundial, diz ela, deve-se considerar a história humana um fracasso. Já não podem ser formulados imperativos éticos, considerando que estes não podem vincular toda a humanidade; portanto, a moral deve ser individualista, cabendo ao indivíduo o poder absoluto para fundamentar sua própria existência com base em sua liberdade de escolha.

Já em “O segundo Sexo” Simone de Beauvoir expõe com mais clareza alguns de seus posicionamentos  a respeito do mundo da filosofia e, principalmente das mulheres. Tratam-se de  questionamentos importantes no que se refere à posição/papel da mulher no mundo (inclusive na filosofia…) e , sua constante condição de “segundo sexo”. Simone tenta compreender como o “homem” – que tomou para si a definição de ‘ser humano’ – relega à mulher uma posição secundária, um papel de coadjuvante na História e como a mulher ocupou, ou a fizeram ocupar, essa posição de ‘segundo sexo’ em diferentes sociedades, sem deixar de questionar o modo como ela se coloca no mundo e como , muitas vezes, contribui para essa configuração social.

Segue a lista das obras que estão disponíveis para download, abaixo da lista encontra-se o link para download (em vermelho):

A cerimônia do Adeus – CLIQUE AQUI!
A força da idade – CLIQUE AQUI!
A força das coisas – CLIQUE AQUI!
A mulher desiludida – CLIQUE AQUI!
Mal – entendido em Moscou – CLIQUE AQUI!
Memórias de uma moça bem comportada – CLIQUE AQUI!
O segundo sexo  – Volume I: Fatos e Mitos – CLIQUE AQUI!
O segundo sexo – Volume II: Experiência Vivida – CLIQUE AQUI!
Por uma moral da ambiguidade – CLIQUE AQUI!

Simone-de-Beauvoir-Documentario-e-livro-Farofa-FilosoficaPara aqueles que gostaram deste post indicamos também o post Simone de Beauvoir | Documentário + PDF do livro “O segundo sexo”, para ver é só clicar aqui!

 

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
simone-slide
Camiseta Simone de Beauvoir “Tornar-se, para ver é só clicar aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

 

 

O silêncio das inocentes | O processo de aplicação da Lei Maria da Penha

O documentário acompanha o processo de aplicação da Lei nº 11.340/2006, popularmente conhecida como Lei Maria da Penha, considerada uma das três leis mais completas do mundo no gênero.


O documentário O silêncio das inocentes conta a história da criação da Lei Maria da Penha (Lei: 11.340/2006) e da luta das mulheres contra a violência doméstica. Contando com depoimentos de vítimas, autoridades e especialistas no tema, o objetivo da produção é promover o debate sobre a questão, contribuindo para fortalecer o discurso de combate à violência contra as mulheres, principalmente, aquela que é perpetrada no âmbito familiar.

Conhecemos também a história da farmacêutica Maria da Penha, a mulher responsável pela efetivação da lei que hoje, carrega o seu nome, ela relata seu sofrimento, sua luta, e as dificuldades pelas quais passou. É possível observar várias semelhanças e paralelos na fala de muitas mulheres, demonstrando as marcas do que um dia sofreram, a insegurança, o medo, a ameaça e a humilhação pelas quais passaram. Enfim, trata-se de uma boa oportunidade para se refletir sobre questões importantes, já que, a violência contra a mulher quase sempre esta fortemente atrelada ou, coincide, com uma infinidade de outras questões…

Direção: Ique Gazzola | Ano: 2010 | Duração: 53 min.

GOSTOU DESTE POST?

QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL? ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

Jirad do Amor | A relação entre o Islã e a Homossexualidade

O documentário relata as experiências de muçulmanos que desejam viver a sua homossexualidade e continuar praticando a fé islâmica. No entanto, para muitos a saída  final tem sido a fuga, refugiando-se em países como França, Turquia e Canadá.


Filmado clandestinamente em doze países ao longo de seis anos, com depoimentos em nove idiomas, o documentário procura abordar a difícil, conflituosa e, muitas vezes, violenta relação entre o Islã e a homossexualidade, para isso, conta com uma série de entrevistas e depoimentos de pessoas que viveram essa experiência. No entanto, evitando retaliações, muitas pessoas não puderam ter suas identidades reveladas, sendo filmadas parcialmente.

O título Uma Jihad para o amor se refere ao conceito islâmico de jihad como luta religiosa. A intenção do diretor Parvez Sharma, ao dar este título ao documentário, foi a de recuperar o sentido original da palavra – entendida como uma luta pessoal em busca da fé perfeita –, uma vez que ela quase sempre é utilizada na mídia para se referir aos atos de violência perpetrados por grupos extremistas islâmicos que defendem uma guerra santa contra o Ocidente.

Ano: 2007 | Direção: Parvez Sharma | Duração: 80 min.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Nietzsche---Aquilo-que-és-Pop.2
Camiseta Nietzsche  “Aquilo que és”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

Mães Solteiras

Mãe precisa de estado civil?


 

Mães Solteiras é um documentário que retrata histórias de mães solteiras, mulheres que criam seus filhos sem a presença do pai biológico. Trabalhando a partir do ponto de vista de diversas mulheres, o documentário propõe muitas reflexões importantes, destacando questões como, por exemplo, o papel da família, dos amigos e da sociedade como um todo diante destas mulheres e de seus filhos. O filme é composto por depoimentos densos sobre como essas mulheres conseguiram romper os paradigmas da sociedade e se tornaram mães com papel duplo ao criar seus filhos, o papel de pai e mãe ao mesmo tempo.

“Quando meu filho fez sete meses, o pai dele ligou querendo me ver. Eu fui ao encontro achando que ele queria conhecer e reconhecer o filho. Não, sequer perguntou do filho. Ele queria me ver. Foi a única vez que consegui conversar com ele depois de tudo o que aconteceu e eu falei ‘você só volta a me procurar no dia que quiser saber do seu filho, caso contrário, esqueça que eu existo’. E ele nunca mais me procurou. Foi a última vez que o vi”. A frase compõe o relato de uma das várias mulheres que fazem parte do documentário.

Outro elemento importante do trabalho é o fato de trazer depoimentos de mulheres de gerações diferentes pois, dessa forma, é possível identificar as diferenças de reações de amigos e familiares, durante e depois da gravidez.

Direção: Ulisses Rocha | Duração: 80 min.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

A esquina de Monalisa

A identidade e a representação da travesti.


 

O documentário é resultado de pesquisas, leituras e trabalhos de campo da equipe envolvida, reunindo muitos depoimentos e relatos tratando da identidade e da representação dessas personagens, muita vezes, ocultas em nossas periferias urbanas – a travesti. O documentário faz parte do projeto contemplado pelo Edital do Programa de Ação Cultural – PROAC voltado às atividades com temática – LGBT, visando a publicação de um livro-documentário “a esquina de Monalisa” que acompanha um vídeo com histórias de cinco travestis da cidade de Botucatu – SP. O resultado é um trabalho muito sensível e significativo, vale lembrar que além do documentário o trabalho também é composto por um livro de mesmo nome.

Direção: Rodrigo Casali | Ano: 2013 | Duração: 56 min.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Socrates--Nada-sei---Pop.2
Camiseta Sócrates “Nada sei”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

 

 

A descriminalização da homossexualidade | Documentário: A luta gay

Homossexualidade é crime? No mundo, atualmente, 76 países adotam leis que condenam homossexuais a punições que vão desde prisão à tortura. E, em  7 países a homossexualidade pode levar a pena de morte. É esta realidade que o documentário  “A luta Gay” aborda.


O documentário é baseado no livro “Global gay” do sociólogo francês Frédéric Martel  e acompanha o movimento LGBT durante as últimas décadas, destacando a luta pelos direitos civis de homossexuais em várias partes do mundo. O documentário retrata a dificuldade de garantia destes direitos e, os embates e conflitos pelos quais homossexuais de diversos países enfrentam cotidianamente como, por exemplo, o caso de uma boate gay em 2001 no Cairo, Egito, em que 52 pessoas foram presas simplesmente por estarem naquele estabelecimento…

Direção: Rémi Lainé | Ano: 2014 | Duração: 58min.

Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!

Nietzsche---MARTELADA-pOP2
Camiseta Nietzsche “Martelada”, para ver clique aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

O aborto dos outros | Documentário

O documentário acompanha casos de abortos legais e ilegais, abordando as causas e as consequências do aborto, um dos procedimentos cirúrgicos recordistas no Brasil.


O documentário de 2008, dirigido por Casla Gallo, com duração de 1h e 20 minutos, acompanha durante 5 meses histórias de mulheres que estavam prestes a interromper a gravidez e de mulheres que já haviam realizado o procedimento.

O documentário revela que, no Brasil, mais de um milhão de abortos clandestinos são realizados por ano, colocando em foco a discussão sobre a criminalização do aborto, já que constata que inúmeras mulheres já realizaram o procedimento ou irão realizá-lo com atendimento adequado, ou não…

GOSTOU DESTE POST?

QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL? ASSINE NOSSA NEWSLETTER !

Simone de Beauvoir / Documentário + PDF do livro “O segundo sexo”

 Simone de Beauvoir / Documentário + PDF do livro “O segundo sexo”


Simone de Beauvoir (1908-1986) estudou filosofia na Sorbonne, professora no Liceu Janson-de-Sailly, foi colega de Merleu-Ponty e Claude Lévi-Strauss, mais tarde tornou-se docente em Paris, Marselha e Rouen. Em 1941 foi destituída do cargo pelo governo nazista. Durante a Segunda Guerra Mundial, Simone refletiu sobre os compromissos sociais e políticos dos intelectuais. Em seus textos, fez uma profunda análise de seu tempo e de sua própria vida, como em Memórias de uma moça bem comportada (1958) e A velhice (1970).Simone de Beauvoir também fez parte de um grupo de filósofos e escritores associados ao existencialismo, movimento que teria uma enorme influência na cultura europeia do século XX, com repercussões no mundo inteiro.

No ensaio Por uma moral da ambiguidade (1947), Simone rejeita as teorias éticas que buscam a consolação do homem, sejam laicas ou religiosas, depois da Segunda Guerra Mundial, diz ela, deve-se considerar a história humana um fracasso. Já não podem ser formulados imperativos éticos, considerando que estes não podem vincular toda a humanidade; portanto, a moral deve ser individualista, cabendo ao indivíduo o poder absoluto para fundamentar sua própria existência com base em sua liberdade de escolha.

Já em “O segundo Sexo” Simone de Beauvoir expõe com mais clareza alguns de seus posicionamentos  a respeito do mundo, da filosofia e, principalmente das mulheres. Tratam-se de  questionamentos importantes no que se refere à posição/papel da mulher no mundo (inclusive na filosofia…) e , sua constante condição de “segundo sexo”. Simone tenta compreender como o “homem” – que tomou para si a definição de ‘ser humano’ – relega à mulher uma posição secundária, um papel de coadjuvante na História e como a mulher ocupou, ou a fizeram ocupar, essa posição de ‘segundo sexo’ em diferentes sociedades, sem deixar de questionar o modo como ela se coloca no mundo e como , muitas vezes, contribui para essa configuração social.

Para aqueles que queiram conhecer melhor a obra e o pensamento da filósofa, seguem abaixo o documentário e, mais abaixo, o livro “O segundo sexo” para download (link em vermelho):

DOCUMENTÁRIO:

Livro “O segundo sexo”:

O segundo sexo  – Volume I: Fatos e Mitos – CLIQUE AQUI!
O segundo sexo – Volume II: Experiência Vivida – CLIQUE AQUI!
Arte, poesia e filosofia… Clique aqui e conheça nossa loja!
Simone-Beauvoir-Tornar-se-Slide
Camiseta Simone de Beauvoir “Tornar-se”, para ver é só clicar aqui!
GOSTOU DESTE POST?
QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES E CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU E-MAIL?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER !